Home Insights Blog Blog - Mineração e refino de metais Engenharia reversa em recuperadora
Voltar para Mineração e refino de metais
dez 14, 2022

Serviço complexo de reforma amplia via útil de recuperadora em importante mineradora no Brasil

Serviço de alta complexidade de reforma para estensão de vida útil empilhadeira/recuperadora em mineradora, envolveu engenharia reversa em equipamento de outro fabricante, desmontagem, fabricação de novas peças e montagem em campo.

Todo o conhecimento dos especialistas da Metso Outotec em equipamentos de pátio foram utilizados para um serviço complexo: estender a vida útil de uma empilhadeira/retomadora de minérios da década de 1970 e que estava em condição estruturalmente crítica. O serviço, concluído no segundo semestre de 2022, é um exemplo de projeto de atualização tecnológica e ampliação de vida útil, com foco em confiabilidade e disponibilidade, tendo como um dos seus destaques o fato de ter sido feito em um equipamento de outro fabricante.

Os desafios se iniciaram na fase de proposta, por se tratar de um equipamento antigo, não havia detalhes técnicos de engenharia do projeto, com isso houve um grande esforço da equipe para coletar dados confiáveis em campo para realizar a reforma.

Com todos as informações em mãos para fazer a engenharia reversa das peças, foi necessário utilizar um software de simulação para reconstruir a máquina em 3D, utilizando todas as atuais tecnologias que a Metso Outotec tem disponível para projetar, fabricar e montar todo o equipamento em pátio.

Etapas do serviço

A primeira etapa do serviço foi o levantamento e identificação das peças que não poderiam ser reaproveitadas e, portanto, precisariam ser fabricadas pela Metso Outotec. Durante esse processo de engenharia reversa, foram checadas as medidas em campo das peças individualmente. Posteriormente, os especialistas técnicos criaram um modelo (projeto 3D) que pode ser utilizado para realizar o detalhamento de engenharia e empregar os cálculos estruturais que garantiram o fornecimento conforme as norma e critérios aplicáveis. Esta fase de projeto, com duração de três meses foi o que garantiu que as próximas etapas fossem realizadas dentro do cronograma, com segurança e sem retrabalhos.

Especialistas Metso Outotec mais 45 profissionais terceirizados fizeram parte da equipe de serviços em campo responsável pelo montagem e desmontagem do equipamento

“Não tínhamos o projeto detalhado do equipamento e foi necessário um processo de reengenharia, inclusive com conferências dimensionais das peças em campo e geração de desenhos preliminares pelo time de especialistas. Também foram definidos os componentes que tinham a integridade comprometida, com determinação da substituição obrigatória para garantir a integridade estrutural”, explica Danilo Caserta, gerente de produto da área de Bulk Material Handling Products na Metso Outotec.  De acordo com ele, as etapas iniciais do contrato também envolveram a definição da área de desmontagem e montagem e a estratégia de execução em si. Um dos pontos de atenção foram as peças de maior dimensão e peso, com movimentação mais crítica.

O grande diferencial nesse projeto foi a experiência da empresa em serviços de reforma e fabricação de peças. Com o conhecimento técnico de ponta a ponta do processo, ao mesmo tempo que a equipe de engenharia detalhava o projeto, os profissionais de serviço executavam a desmontagem e montagem, tudo de acordo com as determinações do cliente, que é uma das maiores mineradoras de ferro do Brasil.

O equipamento e sua aplicação

A empilhadeira/recuperadora, tecnicamente conhecida como Stacker Reclaimer, opera num dos pátios de movimentação de minério e embarque da empresa, mais especificamente em parque de usinas de pelotização e estava paralisada antes da definição da mineradora pela reforma.

Importante ressaltar que o serviço que estava sendo realizado permitiu que a operação continuasse a funcionar normalmente, devido a outros equipamentos que estão instalados no local e não sofreram interferência com a reforma.

Com um histórico de serviços semelhantes a esse, foi possível sugerir mudanças de melhorias nas novas peças que estavam sendo fabricadas e também no processo de execução em campo, principalmente da fase final de montagem. Durante esta etapa, o cliente inclusive conseguiu acompanhar através de um aplicativo Metso Outotec tudo o que estava sendo realizado no equipamento através de informações atualizadas diariamente pela equipe.

“A Metso Outotec é detentora de tecnologia própria com know how para revitalização, repotenciamento e aumento de confiabilidade de equipamentos de movimentação de granéis, contando com time de especialistas para avaliar, realizar serviços de engenharia e executar projetos de alta complexibilidade”, finaliza o Caserta.

Voltar para Mineração e refino de metais