Calcinação de cal

Calcinação de cal

Conhecimento no processo de calcinação

A Metso Outotec forneceu mais de 210 sistemas de calcinação de cal, sendo mais de 115 como sistemas de pré-aquecedor/forno rotativo. A capacidade total de produção mundial dos sistemas fornecidos pela Metso Outotec excede 30 milhões de toneladas métricas por ano.
Características
Benefícios

Calcinação de cal é a conversão de calcário (CaCO3) em cal (CaO)

O calcário é uma rocha sedimentar, o terceiro mineral mais abundante. Ele é extraído principalmente de pedreiras acima do nível do solo; no entanto, é feita alguma mineração de calcário subterrânea. O calcário é encontrado em características diversas e diferentes impurezas.

As características do calcário mudam nas diferentes partes do mundo, bem como em diferentes profundidades de mineração. Essas diferenças se devem largamente ao processo de sua formação. O calcário pode ter formação química, orgânica ou clástica. Dependendo do uso ou aplicação, as impurezas comuns que podem se tornar um problema são: SiO2 (Sílica), Al2O3 (Óxido de Alumínio), Fe2O3 (Óxido de Ferro).

O calcário deve ser testado para determinar a tecnologia apropriada para a calcinação.

Cada tipo e projeto de forno de calcinação é capaz de acomodar um conjunto determinado de características do calcário. Os testes para determinar a adequabilidade de um calcário para alimentar um forno de cal são efetuados no Centro de Pesquisa e Teste de Processos da Metso em Danville, Pensilvânia - Estados Unidos, usando procedimentos de teste exclusivos, referidos como uma Avaliação de Calcário (ou LSE, do inglês Limestone Evaluation). A Metso estabeleceu um padrão de valores confiável contra o qual pode medir a adequabilidade de um calcário para alimentar um sistema pré-aquecedor-forno ao avaliar aproximadamente 1500 amostras de calcário ao redor do mundo.

Downloads

{{ item.Title }}