Home Insights Blog Blog - Mineração e refino de metais Service Tips: Vedação para bombas de polpa
Voltar para Mineração e refino de metais
abr 5, 2022

Service Tips: Vedação para bombas de polpa

A função básica de uma vedação ou selagem é a de evitar o retorno de material bombeado pela parte traseira do equipamento evitando assim a perda de material, a perda de eficiência do equipamento e danos ao eixo.

Tipos de selagens
As selagens se localizam em um alojamento na parte traseira do equipamento chamada de câmara de gaxetas (sistema “full flow” e “low flow”) e no anel do expeller (caso de vedação dinâmica). Dois tipos básicos são os mais aplicados nas bombas Metso: selagem por água (tipo “full flow” ou “low flow”) e selagem dinâmica.

Selagem por água
Para a maioria das bombas de polpa, o líquido usado para a selagem é água limpa. Para proporcionar a melhor durabilidade possível de selagem e melhor vedação, a água deverá ser de boa qualidade sem quaisquer partículas sólidas. Este tipo de vedação geralmente é a principal escolha em casos onde o material
bombeado pode ser diluído, permitindo duas
opções:

  • Tipo “full flow” - caso a diluição da polpa não é um problema. Quantidades típicas de descarga entre 10 e 90 litros/ min. (dependendo do tamanho da bomba).
  • Tipo “low flow” - quando a diluição do material não pode ser elevada. Quantidades típicas de descarga entre 0,5 e 10 litros/ min. (dependendo do tamanho da bomba).

A opção de enchimento “full flow”, quando aplicável, normalmente proporciona uma maior “vida útil da selagem” para as bombas de polpa.

Selagem dinâmica
Para proporcionar uma selagem confiável sem água (“flush water”), utilizamos selagens dinâmicas centrífugas (“expeller” ou expelidores). Um sistema de vedação utilizada em conjunto no alojamento preenchido por gaxetas é descrito como uma selagem centrífuga.
Apesar de selos centrífugos existirem há muitos anos, só recentemente o desenho e a tecnologia de materiais avançaram a ponto de permitir que uma grande parcela das bombas de polpa fornecidas hoje em dia incluam este tipo de vedação.

O selo centrífugo só é eficaz quando o equipamento está em operação.
O “expeller” ou expelidor é, na verdade, um rotor secundário posicionado atrás do rotor principal, alojado em sua própria câmara de selagem, próximo à carcaça principal da bomba. Funcionando em conjunto com o eixo, o expelidor gera uma força interna que impede a passagem do material, mantendo-o dentro da carcaça e evitando o retorno do material pelas gaxetas. Desta forma, protege o eixo e demais componentes que compõem o sistema de vedação, assegurando uma selagem seca.
Essa selagem é conseguida porque a pressão total produzida pelo movimento do expelidor é maior que a pressão produzida pelo rotor principal, mantendo o material longe do sistema de vedação.

Principais problemas de vazamento nas
vedações
As principais causas relacionadas com vazamento podem ser listadas a seguir:

  • Desgaste excessivo do revestimento traseiro (placa traseira)
  • Defeito no retentor de vedação na caixa de gaxeta no sistema “full flow”
  • Desgaste do anel lanterna
  • Desgaste excessivo na luva do eixo
  • Baixa pressão/ vazão de água de selagem
  • Falta de ajuste das gaxetas
  • Falha na montagem das gaxetas
  • Tempo de estocagem ou montagem sem girar o eixo
  • Tempo de troca das gaxetas ultrapassado
  • Altura manométrica do tanque (no caso de selagem dinâmica). 

"Em caso de dúvidas em relação a qualquer item citado nesta newsletter, consulte o manual de instruções.
Persistindo a dúvida, entre em contato com a Metso Outotec"

Voltar para Mineração e refino de metais
Saiba mais!
Serviços para Mineração
Serviços de Campo, Reformas e Contratos de Serviços de Longo Prazo