Home Insights Blog Blog - Mineração e refino de metais Service Tips: Cuidados com o mancal da aranha
Voltar para Mineração e refino de metais
mar 18, 2022

Service Tips: Cuidados com o mancal da aranha

Os britadores giratórios apresentam uma alta capacidade de produção e longa vida útil dos revestimentos, condições obtidas graças ao ângulo agudo da câmara e as extensas áreas de britagem.

Porém, para se garantir a disponibilidade operacional do equipamento, a manutenção do mancal da aranha deve ser executada em toda parada de manutenção do britador.

Nos britadores da Metso Outotec, a bucha e a vedação da aranha podem ser substituídas sem a necessidade de remoção da aranha, o que proporciona uma redução da mão de obra, tempo e equipamentos necessários para o serviço, além de diminuir a perda de produção decorrentes das paradas para manutenção.

O degaste da bucha da aranha pode ser diagnosticado ao se ouvir ruídos de batidas durante a transição do modo “com carga” (a duração média da camisa do eixo é equivalente a três vezes a vida útil da bucha da aranha).

Para se medir o desgaste da bucha, o eixo principal deve estar na sua posição normal de trabalho. Com um espessímetro (longo o suficiente para alcançar o ponto de apoio), meça a folga entre bucha da aranha e a camisa do eixo principal no lado fechado da câmara de britagem (correspondente ao ponto de máxima folga do mancal).

A máxima folga permissível não deve ultrapassar os limites descritos na tabela a segir:

 

Após a remoção da aranha, utilize um micrometro interno para medir o menor diâmetro da bucha da aranha (indicado pela letra a na figura 1). Este deverá estar próximo ao (ou exatamente no) ponto de apoio.

Para se medir o desgaste da camisa do eixo principal, utilize um micrometro externo sobre a menor circunferência (B).

A medida da folga é obtida ao se subtrair o desgaste da camisa do diâmetro da bucha (B-A).

imagent5yf.png

Verificações de manutenção da bucha da aranha (Figura 2)

 

  • As vedações da bucha (indicadas pela letra C) devem ser verificadas diariamente para se identificar vazamentos.
  • O nível de lubrificantes (A) também deve ser verificado diariamente.
  • A folga do mancal (B) deve ser verificada mensalmente, a cada 500 horas ou durante a troca de revestimentos (o que ocorrer primeiro)

imagec5088.png

Lembre-se de manter sempre o registro dos resultados das medições.

 

Voltar para Mineração e refino de metais
Saiba mais!
Serviços Reformas Conhecimento Técnico e Segurança